Archive for the 'Prévias' Category

25
fev
10

A esperança é a ultima que morre: “Alan Wake” para PC ainda não está descartado, diz Remedy

Durante o evento chamado X10 realizado pela Microsoft neste mês, a empresa infelizmente anunciou que a versão para PC de “Alan Wake” estaria enterrado, sem nenhuma esperança de lançamento. Na ocasião, foi explicado pelos criadores que o jogo “era mais apropriado para uma tela maior”, oferecida pelos televisores.

Entetano o chefe da franquia da Remedy, Oskari Häkkinen, disse em entrevista ao site Videogaming274, que uma revisão da decisão de não lançarem “Alan Wake” para PC depende da Microsoft “ver aonde o título vai”.

Häkkinen não concorda com a justificativa da Microsoft em excluir o titulo pata PC, ou em adiá-lo sem previsão de lançamento.

“Dizer que jogar Alan Wake é melhor em um sofá com um som surround 5.1 e uma TV de tela grande, eu acho que é mais preferência do que qualquer outra coisa”, afirmou.

“Não vamos sair por aí dizendo que os jogadores de PC não podem desfrutar o jogo em seus próprios computadores. Certamente não vamos dizer isso. Nós temos uma forte herança de jogos de PC também“, afirma Häkkinen.

“Mas, francamente, nós somos um estúdio pequeno. Somos 50 pessoas e, sendo um estúdio pequeno, faz muito mais sentido focarmos em apenas uma plataforma. Atualmente, estamos totalmente concentrados na versão Xbox e para o futuro, não temos nada para anunciar, e não chegamos a pensar muito nisso por enquanto“, termina.

Pois é pessoal, é esperar para mais informações sobre mais um capitulo desses acontecimentos.

Alan Wake” é “thriller” psicológico dos produtores de “Max Payne“, em que o jogador controla o personagem que dá nome ao game, um escritor de terror que vê fatos de sua mais recente obra virar uma apavorante realidade.

Segundo a Remedy Entertainment, é um jogo cuja experiência se aproxima de séries de suspense, como “Lost“.

O game tem data de lançamento para 18 de Maio de 2010 no E.U.A. com exclusividade para o Xbox 360.

23
ago
09

Especial vermilion: Modern Warfare 2

145709-2-2

Bem gamers, publicaremos ao longo de nossa jornada árdua, as entrevistas dos principais games em destaque que estão dando ao que falar na nova geração.

Nessa primeira entrevista oficial e verdadeira os produtores Vince Zampella e Robert Bowling falarão um pouco sobre o novo game da franquia “Call of Duty”  chamado somente de “Modern Warfare 2”, continuação direta de “Call of Duty: Modern Warfare”  de 2007, então pessoal, curtam a entrevista:

Entrevista publicada pela revista: Xbox 360

Editora: Europa

Edição: Nº 31

Ano: 2009

O que havia no game passado que prendeu a imaginação das pessoas???

Vince Zampella: Creio que a relevância, a condição geral do mundo. As pessoas notam isso e sabem que esta amarrado ao que ocorre ao redor delas. Essa familiaridade nos fatos é algo que facilita jogar e se preocupar. Pelo lado do multiplayer, a idéia de habilitar coisas dá um objetivo extra ao jogador, que se sente recompensado.

As pessoas chegaram ao posto máximo antes do que você imagina?

Robert Bowling: Sim, eles foram rápidos demais e se tornaram hardcore. Há pessoas no nível Prestige 10, Level 55 e medalha de ouro. Criou-se uma cultura em torno disso.

Vince Zampella:79599891EM054_11TH_ANNUAL_I


Com o sistema de estatísticas, você esta compelido a usar tais informações em Modern Warfare 2?

VZ: Não fizemos o suficiente em Call of Duty:  Modern Warfare, eu creio. Fazemos muito mais em Modern Warfare 2. Há informações muito úteis. É possível saber o que as pessoas fazem de diferente umas das outras, detalhes que gostam e odeiam. É ótimo.

Como recebeu as reações de teaser trailer de MW2??

RB: Impressionante por 2 razões. Metade das pessoas que assistiu amou e considerou o que é, um simples Teaser, e conseguiu enxergar possibilidades incríveis. A outra metade, que chame de NeoGAF [nota: fórum de discussão considerado um dos mais boateiros da internet], odiou porque não havia cenas de jogo. No final, fiquei contente com as reações tanto de quem amou quanto de quem odiou.

Robert Bowling:Robert Bowling

Vocês estão abrindo mão conscientemente do nome   “Call of Duty”?

VZ: Bem, é Modern Warfare 2. Queremos deixar claro que se trata da continuação de Modern Warfare. Não se trata de Call of Duty 6, não é um episódio desconectado da franquia como já tivemos a chance de fazer no passado.

Em tempos de espetáculo, uma explosão nuclear é bem impressionante. Há algo do mesmo nível ou capaz de superar isso em MW2?

VZ: Com certeza.

Esses detalhes surgem de roteiristas?

VZ: Não, é colaboração de todos. Os designers dão algumas idéias e o escritor amarra isso ao roteiro, mas nem tudo vem dele.

Funciona mais como “queremos fazer isso, isso e isso”, então o roteirista junta tudo de forma que funcione.

Por fim, um dos momentos mais incríveis do game anterior foi durante a missão Death From Above, cujo ataque frio e calculado é desconexo da realidade de se matar inimigos. Foi uma maneira de mostrar como a guerra é apresentada às pessoas?

VZ: Não sei se isso foi proposital. Creio que se você assistir a vídeos de um AC – 130 em ação, saberá que funciona bem daquele jeito. É frio e calculado, apenas “Bum”. Então trouxemos a autenticidade de como acontece de verdade.

26
jul
09

Sega confirma e anuncia Yakuza 4

yakuza2

Há um tempinho atrás foi confirmado pela Sega um novo capítulo da famosa série Yakuza e que já estaria em desenvolvimento. O criador da série, Toshihiro Nagoshi, tinha afirmado que este novo capítulo do game não seria uma continuação direta de Yakuza 3, o que pensou-se que seria uma espécie de spin off um pouco semelhante ao estilo de Yakuza Kenzan, nome que nos leva para à época do Japão feudal.

A Sega confirmou oficialmente, através do seu site, que o novo título será chamado somente Yakuza 4, sendo que no momento não se saiba os detalhes do game.

Somente foi informado que já deu inicio a seleção de atores que darão vida aos personagens do game, e que entre os atores estão nomes conhecidos pelo povo japonês como Hiroki Narimiya e Kenta Kiritani.

O primeiro ator descrito irá interpretar um detetive em Kamiyacho, principal cidade que terá no foco no game. Esse fato leva a crer que o jogo vai se desenvolver numa época da atualidade e não no passado como citado em Yakuza Kenzan.